Arquivo da categoria: Estágio

Minha passagem pelo Laboratório de Inclusão da STDS

por Syssa Lopes
Ex-estagiária do Laboratório de Inclusão, licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e atual professora da rede de ensino público do município de Fortaleza.

logo_lab_facebook trans

“Gostaria de agradecer imensamente a esta equipe MARAVILHOSA que existe há 29 anos e se constitui resistência na inclusão de pessoas, com seu processo seletivo muito sério e rigoroso. Tive a oportunidade de ser a primeira mulher trans a trabalhar no laboratório e fiquei extremamente FELIZ em saber que também entrou um homem trans.

A equipe teve toda uma preocupação, cuidado e dedicação, antes e durante a minha participação. Se atentaram ao nome social em todos os documentos e respeitaram a minha identidade de gênero. Quando houveram questionamentos de alguns setores de uma trans estar trabalhando na STDS (Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social), logo eles fizeram uma ação de combate à transfobia.

No país que mais mata pessoas trans e no Estado que é o terceiro em números de assassinatos, incluir esse público num órgão estadual é um ato de resistência. A média de vida desse público é de 36 anos contra 73 anos do restante da população, 40 por cento dos assassinatos desse público ocorrem no Brasil.

Para as pessoas trans, muitos direitos são negados, como o acesso à saúde, trabalho e educação. Então, poder mostrar a nossa capacidade é uma grande oportunidade. Do que adianta resistir à escola e universidade se não seremos aceitos no mercado de trabalho? Por isso, o Laboratório de Inclusão está de parabéns por nos abrir as portas e mostrar que é possível sim convivermos com as diversas diferenças. Só tenho mesmo o que me orgulhar e levar esta experiência por toda minha vida.

Hoje estou formada em licenciatura de Filosofia, graduanda em Letras e pós graduanda em Língua Portuguesa e Literatura. Retifiquei nome e sexo, e estou trabalhando na rede municipal de educação de Fortaleza.

Agradeço a atenção, acompanhamento, carinho e feedbacks. Vocês nos dão um grande aprendizado de liderança, sabem motivar os colaboradores e estão sempre abertos a nos ouvir. Sem mais, PARABÉNS equipe.”

 

Resultado final do processo seletivo do edital 001/2017 para estágio universitário da STDS

O Laboratório de Inclusão vem a público divulgar a lista de aprovados do processo seletivo de edital 001/2017 para estágio universitário na Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social. Foram 34 estudantes aprovados dos cursos de Administração, Análise de Sistemas, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social.

Para este edital, as vagas de estágio serão destinadas às unidades Abrigo de Idosos, Abrigo Tia Júlia, ADOC, CEPID, Casas Abrigo, Casa do Caminho e na própria sede da STDS.

Os estudantes classificados deverão comparecer à reunião de convocação e encaminhamento que acontecerá nesta quinta-feira, dia 22/02, das 9h às 11h e das 14h às 16h, no Laboratório de Inclusão (Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora); Os candidatos deverão se apresentar à esta reunião de acordo com o seu horário disponível para estágio, como na lista abaixo. Caso contrário, estarão sujeitos à eliminação por não comparecimento.

Mais informações nos telefones 3101-2123, 3101-4583 ou no e-mail labdeinclusao@gmail.com.

Confira abaixo o resultado final da seleção:

Lista de classificados e classificáveis do resultado final do processo seletivo edital 001/2017 de estágio universitário da STDS

Resultado da 2ª fase do processo seletivo do edital 001/2017 para estágio universitário da STDS

O Laboratório de Inclusão seleciona 81 estudantes para participar da 3ª fase do processo seletivo do edital de 001/2017 para estágio universitário da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), que irão exercer suas atividades em unidades da STDS.

Os candidatos deverão comparecer à entrevista no Laboratório de Inclusão da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora) de acordo com dia e horário divulgados na lista abaixo; caso contrário, estarão sujeitos à eliminação por não comparecimento. Mais informações nos telefones 3101-2123, 3101-4583 ou no e-mail labdeinclusao@gmail.com.

Confira aqui o resultado: Lista de aprovados 2ª fase.

Resultado da 1ª fase do processo seletivo do edital 001/2017 para estágio universitário da STDS

O Laboratório de Inclusão seleciona 262 estudantes para participar da 2ª fase do processo seletivo do edital de 001/2017 para estágio universitário da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) que irão exercer suas atividades em unidades da STDS.

Os candidatos devem comparecer ao auditório da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora) no seus respectivos dias e horários informados na lista abaixo, para participar de dinâmica de grupo e redação; caso contrário, estarão sujeitos à eliminação por não comparecimento. Os candidatos devem portar caneta esferográfica preta ou azul para realizar a prova. Mais informações nos telefones 3101-2123, 3101-4583 ou no e-mail labdeinclusao@gmail.com.

Confira abaixo a lista dos candidatos aprovados para a 2ª fase:

Lista de Aprovados para a 2ª fase.

Feliz Dia do Estagiário

18-DE-AGOSTO-DIA-DO-ESTAGIÁRIO
Quando valorizamos a vida pelo que podemos oferecer de bom às outras pessoas, pela dedicação, pelo aprender e ensinar, nos transformamos em multiplicadores de uma evolução social que para muitos ainda é uma utopia. Estudantes universitários serão os futuros profissionais, preparados, despreparados, conscientes, inconscientes, honestos ou corruptos.

É possível medir o futuro de um país pelo nível de comportamento dos seus estudantes universitários, os futuros cientistas, os mestres que irão multiplicar a ideia de um novo modelo social solidário e consciente ou repetir uma sociedade falida e preconceituosa. Que tipo de sociedade teremos no futuro? Avaliando e acompanhando o comportamento de jovens universitários, é possível fazer uma previsão quanto ao nível profissional destes estudantes.

Um estudante de direito, por exemplo, que expressa xenofobia com facilidade, pode ser um juiz no futuro. Como vai julgar a morte de nordestinos por grupos neonazistas? Como um estudante de arquitetura, que se nega a oferecer acessibilidade a uma pessoa com deficiência, vai criar desenhos universais como arquiteto? Como um estudante de serviço social, que expressa homofobia, vai realizar estudos de casos de adolescentes gays agredidos por jovens homofóbicos? Como estudantes de medicina, com práticas de violência e preconceitos, vão atender crianças e idosos?

Os exemplos dos níveis profissionais, retratados neste texto, apenas provocam a reflexão de uma sequência humana de conflitos, aprendizagem e incoerências. O que se aprende nas universidades não é suficiente para formar bons profissionais e boas pessoas. A vida, as permissões, os caminhos percorridos, as portas abertas e fechadas, o que se pensa e o que se faz e as heranças são fragmentos de vida que podem levar ou não à prática da generosidade.

Graduações, mestrados e doutorados são títulos humanos, simbolizam o que se aprendeu de teorias, mas não representam os valores de comportamento que levam à consciência da evolução humana. A dedicação e qualidade de vida e do estágio vão refletir essencialmente no sucesso ou fracasso da vida profissional.

Vocês, estagiários da STDS, já deram um grande passo em suas vidas profissionais, pois lidam diariamente com as dificuldades e os desafios em se fazer inclusão social, seja nas unidades de adolescentes em conflito com a lei; nos abrigos de idosos, crianças abandonadas ou pessoas com deficiência; e nos projetos e oficinas deste Laboratório de Inclusão. Agradecemos e parabenizamos a dedicação de todos e torcemos para que façam parte do time de futuros profissionais éticos, coerentes e socialmente conscientes.

Feliz 18 de agosto, Dia do Estagiário!

Resultado final do processo seletivo de 2015.2 para estágio universitário da STDS

O Núcleo de Estágio Universitário do Laboratório de Inclusão seleciona 20 estudantes no processo seletivo do edital de 2015.2 para estágio universitário da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS).

Neste semestre, as vagas de estágio serão destinadas às seguintes unidades: Abrigo Desembargador Olívio Câmara (Adoc), Abrigo Tia Júlia, Casas Abrigo, Centro Educacional Aldaci Barbosa Mota, Centro Educacional Dom Bosco, Centro Educacional São Miguel, Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, Centro Socioeducativo Canindezinho, Centro Socioeducativo Passaré, Centro de Referência Especializado da Assistência Social, Unidade de Abrigo de Idosos e Unidade de Recepção Luís Barros Montenegro.

Os estudantes classificados deverão comparecer à reunião de convocação e encaminhamento que acontecerá terça-feira, 26 de janeiro, às 9h (turno da manhã) e às 14h (turno da tarde), no Laboratório de Inclusão da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora); caso contrário, estarão sujeitos à eliminação por não comparecimento. Mais informações nos telefones 3101-2123, 3101-4583 ou no e-mail labdeinclusao@gmail.com.

Confira abaixo o resultado final da seleção:

Classificados no processo seletivo para estágio universitário de 2015.2
Classificáveis no processo seletivo para estágio universitário de 2015.2

Resultado da 2ª fase do processo seletivo de 2015.2 para estágio universitário da STDS

O Núcleo de Estágio Universitário da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) seleciona 36 estudantes para participar da 3ª fase – composta por entrevista – do processo seletivo para estágio universitário do edital de 2015.2.

Os candidatos devem comparecer à entrevista no Laboratório de Inclusão da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora) de acordo com dia e horário divulgados na lista abaixo; caso contrário, estarão sujeitos à eliminação por não comparecimento. Mais informações nos telefones 3101-2123, 3101-4583 ou no e-mail labdeinclusao@gmail.com.

Confira aqui o resultado: Candidatos selecionados para a 3ª fase.